quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Truques na cozinha

A pedido de algumas leitoras aqui ficam alguns truques para nos facilitar a vida. Foram retirados daqui

ALHO:
Para retirar o cheiro de alho das mãos não as esfregue nunca; ponha-as debaixo de uma torneira com água corrente e espere um ou dois minutos.
Para retirar o cheiro do alho a minha sugestão é colocar a água da torneira a correr e com a faca que cortou os alhos colocada no fio da água; pôr as mãos, uma de cada vez por baixo da faca e esfregar na água. Entretanto movimentar a faca na longitudinal e virá-la uma ou duas vezes. O resultado é óptimo.

AMÊNDOAS:
Para lhes tirar a pele, devem deixar-se durante algum tempo de molho em água a ferver, espremendo-se de seguida com os dedos. Para ficarem claras, passam-se por água fria e enxugam-se num pano.

ANANÁS:
Tal como o abacaxi, sempre que quiser usar este fruto em sobremesas geladas que levem gelatina, deve primeiro cozê-lo. Isto deve-se ao enzima que estes frutos têm, que evita a congelação da gelatina depois de fria.

AVES:
Para as chamuscar, deite um pouco de álcool puro ou desnaturado num prato de esmalte ou alumínio, chegue-lhe lume e chamusque a ave sem a sujar.

BACALHAU
Para tirar o sal ao bacalhau, corte-o aos bocados, tire-lhe as peles e as espinhas e lave-o tantas vezes em água quantas necessário para ficar no tempero que deseja.

BACALHAU DESFIADO:
Quando precisar de desfiar bacalhau depois de cozido, tire-lhe as espinhas e as peles e deite-o num pano grosso. esfregue bem o bacalhau, sempre dentro do pano e passado algum tempo verá que este ficou em finos fios, separados uns dos outros.

BANHO-MARIA:
Para que a temperatura da água fique mais alta, deite-lhe um pouco de carbonato de sódio.

CAMARÕES:
Para conservar camarões inteiros (com cabeça) frescos por até seis meses, divida-os em quantidades a serem utilizadas numa refeição, coloque-as em recipientes plásticos, cubra com água, tampe e leve ao congelador. Ao serem descongelados os camarões estarão como se fossem pescados no dia.
Deve-se deixar o Camarão na água a ferver mais ou menos 3 minutos (depende do tamanho deste) e imediatamente depois de cozido, colocar numa travessa, polvilhar com sal, cobri-los com cubos de gelo (para que o Camarão fique rijo) e colocar no congelador.

CONGELAR (NUNCA DEVE):
Verduras de folha, como por exemplo, alface, agrião e espinafres.
Pepino, rabanete e tomate cru não devem ser congelados, assim como qualquer legume que se pretende consumir em saladas.
Batata crua, gemas cruas ou claras cozidas.
Aves recheadas.
Maionese, pudins ou cremes que tenham levado na sua preparação leite e ovos.

LEITE:
Normalmente um Empadão pincela-se com gema de ovo. Se o fizermos com leite teremos quase o mesmo resultado.

LEGUMES VERDINHOS:
Para ter os legumes verdinhos, sem ter que colocar Bicarbonato, junte ao cozimento uma colher de azeite.

MAIONESE:
A proporção de óleo ou azeite não deve ultrapassar 1/4 de litro por ovo.Todos os ingredientes devem estar à mesma temperatura. Junte os ingredientes líquidos (azeite e vinagre ou limão) ao mesmo tempo e sem deixar de bater. Quaisquer outros ingredientes devem ser acrescentados à mistura muito lentamente.

MORANGOS:
Para os lavar bem deite umas pedras de sal na água. Só depois é que os deve passar por água pura. Os morangos devem ser colocados na parte menos fria do frigorifico, para não perderem o sabor. Congelá-los nunca!

NATAS:
Para rechear ou para barrar um bolo que leve natas, bata as natas, em seguida bata duas claras em castelo. Envolva as natas com as claras, verá que além de ficar mais fofo, fica óptimo e rende muito mais.

OVOS:
Quando quiser descascar ovos cozidos quentes, mergulhe-os em água fria. Para verificar se não foi enganado/a certifique-se se os ovos que comprou são frescos. É fácil, basta mergulhá-los numa vasilha cheia de água. Os ovos frescos mergulham na horizontal

PANAR (truque):
Bata os ovos e junte um fio de água, verá que lhe rende muito mais os ovos.

PÃO:
Se chegar a casa e só tiver pão da véspera faça o seguinte: borrife-o com leite, embrulhe-o num papel grosso e leve-o ao forno. Vai ver que é como se estivesse a comer pão do dia.
Para usar pão duro:Meter no micro-ondas por 30 segundos (varia com a potência). Fica mole e saboroso.Se quiser, pode depois dar-lhe uma tostadinha na grelha ou torradeira; fica como novo.
Para conservar o pão fresco até uma semana:Por no congelador. Simples.

PEIXE:
Escame o peixe segurando-o sempre na cabeça e nunca pelo rabo, pois amolece. O sentido em que este deve ser escamado é sempre do rabo para a cabeça e não ao contrário.

PEPINO:
Toda a gente sabe que é bastante indigesto. A solução para isto é cortá-lo em rodelas finas, depois de descascado e colocá-lo por 2 horas de molho em água fria. A seguir escorra-o e tempere-o.Vai ver que não tem azia!
Para retirar o "veneno" do pepino, que provoca a azia, o melhor é cortar uma rodela de pepino em cada extremidade (digamos os "rabos" do pepino) e esfregar com alguma rapidez esses rabos contra o corpo do pepino em movimentos circulares. Sairá do pepino uma goma branca que é precisamente o veneno que este contém.

POLVO:
Ao cozer um polvo, junte uma cebola crua, quando a cebola estiver cozida, o polvo também está.
O polvo tem tendência a ficar rijo. Para que isso não aconteça, nunca ponha salenquanto estiver a cozinhar, tempere-o apenas depois de pronto!

SALSA:
Para conservar um ramo de salsa por muito tempo, corte-a finamente, meta-a numa taça de plástico, e meta no congelador, verá que tem salsa para um ano inteiro, sem melar e sempre com o cheirinho da salsa.
Não perca tempo a picar salsa com uma faca, utilize uma tesoura e corte-a como se estivesse a cortar tirinhas de papel. É prático e rápido!

SANDES:
Para as conservar de um dia para outro, embrulhe-as num guardanapo molhado em água bem torcido. Vai ver que no dia seguinte estas continuam frescas.

FRITOS:
Para diminuir o cheiro a fritos, põe-se uma caneca com água e cravinhos e deixa-se estar a ferver durante todo o tempo que dura a operação.

VEGETAIS:
Os vegetais devem lavar-se sempre com água fria corrente. Depois de serem cortados, colocam-se numa tigela com água e mexe-se bem para perderem a areia que ainda restar. Deixe repousar durante alguns instantes. Retire-os do recipiente, sem despejar a água, de modo a que a areia nele contida fique retida no fundo.
Às cebolinhas muito pequenas, pode-lhe retirar a casca mais facilmente se as mergulhar em água a ferver durante 5 minutos e depois passá-las por água fria.
Para as Batatas fritas ficarem secas, depois de descascadas e cortadas, coloque as batatas de molho numa vasilha, com água e 2 colheres de vinagre, cerca de 30 minutos. Escorra-as e leve a fritar.

ANTES DE "METER AS MÃOS NA MASSA":
Separe os utensílios e os ingredientes necessários para a receita.
Peneire a farinha e o açúcar, para os tornar mais leves e eliminar pequenos torrões.
Retire os ingredientes do congelador para o frigorifico, com antecedência.
A margarina não necessita de frigorifico, conserve-a á temperatura ambiente, em local fresco. Se costuma guarda-la no frigorifico, retire-a com antecedência, pois será mais fácil de trabalhar.

AS CLARAS...
Só subirão em castelo se forem batidas num recipiente isento de qualquer partícula de gordura ou de gema.
Utilize sempre ovos frescos e, de preferência à temperatura ambiente, pois crescerão mais.
Nalgumas receitas o açúcar é adicionado as claras. Faça-o pouco a pouco, para obter um merengue mais consistente.
As claras batidas em castelo deveram ser utilizadas imediatamente.

O FORNO...
Ligue o forno com antecedência
Proteja as formas e os tabuleiros, lavando-os com água muito quente e sem produtos abrasivos.
Para untar os tabuleiros pode derreter a margarina e utilizar uma trincha.
Se necessário polvilhe com farinha.
Deite a massa só até 2/3 terços da altura da forma para que possa crescer durante a cozedura, sem transbordar.
Salvo indicação em contrario, as formas devem ser colocadas sobre a grelha do forno para melhor circulação do calor.

As MASSAS...
Antes de serem estendidas, as massa devem ter sempre um tempo de descanso.
Polvilhe com farinha a pedra da mesa, antes de estender a massa. Utilize pouca farinha, de contrário, a massa absorve-a, alterando assim a sua estrutura.
Polvilhe igualmente o rolo da massa e, se necessário, as mãos também.
É mais fácil deslocar uma placa de massa quando semi enrolada no rolo.
Para forrar ao mesmo tempo, uma série de forminhas, coloque-as lado a lado, cubra-as com uma placa de massa e passe com o rolo por cima.

A COZEDURA...
Certas massas exigem ser pinceladas com gemas antes da cozedura para ficarem mais brilhantes e douradas.
Terminando o tempo da cozedura indicado nas receitas, verifique se a massa está cozida espetando um palito. Se este sair seco a massa esta cozida, se o palito sair húmido, a massa precisa de cozer mais algum tempo.
Se a superfície de um bolo começar a ficar escura antes de terminar o tempo de cozedura, cubra-o com uma folha de alumínio.
Salvo outra indicação desenforme o bolo sobre uma rede para arrefecer mais depressa.

4 comentários:

SU Serra

Obrigada Pipoca!

Excelentes Truques e Dicas! ;)

Beijinhos

Pipoca

De nada Su.
Fico à espera do arroz de polvo à tua moda ;)

Rosarinho

Tá o máximo!!!

susana_pal

Olá Deusas!

Isso é que foi eficácia, Pipoca.

Bjs a todas,

Spal

Manjar das Deusas   © 2008. Template Recipes by Emporium Digital

TOP